Thursday, December 19, 2013

Educação & Cinema: "O Dia Mais Curto"



O Dia Mais Curto do Ano

"Queremos aproximar o formato das curtas-metragens do grande público".
Nuno Rodrigues


Le Jour le plus Court 2013 - Bande Annonce por lejourlepluscourt


No próximo sábado, dia 21 Dezembro 2013 celebra-se pela primeira vez O Dia mais Curto do Ano - Solstício de Inverno - evento internacional, com o Festival de Curtas Metragens.

É a grande festa da curta-metragem que já celebra em mais de vinte países a nível mundial.




Em Portugal, mais de vinte cidades se associam, neste sábado, à iniciativa internacional O Dia Mais Curto, programa de exibição de curtas-metragens, no dia mais curto do ano, o do solstício de inverno.



Online ou em cinemas e diferentes locais públicos ou comunitários, a apresentação de curtas-metragens durante um curto mas intenso dia dá a oportunidade de descobrir um interessante número de cineastas e suas obras.

Além de Portugal, O Dia mais Curto vai acontecer em países como França, Espanha, Alemanha, Argentina, Cuba e Estados Unidos. A consultar aqui



France

O projecto, que teve a sua origem em França em 2011, chega até nós por iniciativa da Agência da Curta-Metragem, que convidou cineclubes, cineteatros, redes de exibição e bibliotecas a acolherem sessões de curtas-metragens portuguesas no dia mais curto do ano.

Initié par le Centre National du Cinéma et de l’image animée en 2011 et délégué en 2013 à l’association Scénario au long court, le Jour le plus Court a rapidement connu un succès prometteur. 
En 2012, ce sont 10 000 projections qui ont été organisées et plus de 2 millions de spectateurs partout en France et dans une trentaine de pays. 
En 2013, nous espérons que l’opération grandira encore pour promouvoir le court métrage, susciter des vocations, valoriser la jeune création et contribuer à la démocratisation culturelle. Voir ici
"A ideia é dar a conhecer as melhores curtas-metragens feitas em Portugal nos últimos anos, permitir que sejam vistas por um maior número possível de espectadores."
Nuno Rodrigues, organização
Objectivo(s):
"A iniciativa tenta contornar a dificuldade de distribuição comercial de muitas das «curtas» portuguesas."
Nuno Rodrigues
Onde:
Realizar-se-ão assim quase 50 sessões de cinema em 23 cidades portuguesas. Entre outras, Porto, Lisboa, Braga, Barcelos, Funchal, Santo Tirso, Vila do Conde, Viseu, Tavira, Redondo e Sardoal.




 Passeio de Domingo | José Miguel Ribeiro

O quê:
Trinta filmes escolhidos, na sua maioria portugueses e grande premiada em festivais internacionais.

Gambozinos, de João Nicolau, «Vicky and Sam», de Nuno Rocha, «História Trágica com Final Feliz», de Regina Pessoa, «Viagem a Cabo Verde», «Passeio de Domingo» , de José Miguel Ribeiro, North Atlantic, de Bernardo Nascimento, e «Os Olhos do Farol», de Pedro Serrazina, são alguns dos filmes selecionados.

Vicky & Sam | Nuno Rocha






Público(s):
Para todos os públicos, sem esquecer as crianças e adolescentes.
Educação:
Não é a primeira vez que escrevo sobre curtas-metragens e sua integração no ensino artístico profissional e superior. Por vezes, também no ensino secundário.



Criatividade. Falemos então de criatividade. A criatividade é, sem dúvida, a capacidade mais elevada, para professores e para alunos. 
A criatividade pode ser explorada em diferentes contextos e actividades educativas ligadas ao ensino da Arte, mas também da Literatura.

O professor pode incluir actividades e ferramentas educativas no ensino presencial, e, tantas vezes mais interessante, em regime de aprendizagem aberta. 

Será a oportunidade para a participação de turmas do ensino artístico na exibição do Festival "O Dia Mais Curto" na sua cidade.

Evidente, por questões de programação curricular, todas estas actividades devem ser previstas com antecedêndia.

No entanto, os factores 'momento' 'actu' ou 'surpresa/imprevisto' entram também nos curriculos como propostas aliciantes de uma aprendizagem directa e enriquecedora que despoleta criatividade, e pode levar à maior motivação dos alunos.

Partilham-se assim ferramentas educativas plenas de criatividade, imaginação, diversidade, inovação, o que pode levara ao aparecimento de novos criadores/criativos entre os nossos alunos. 

O acesso à cultura não é de negligenciar.

Nivel Aprendizagem:
  • Ensino Secundário: Literatura e Cinema
  • Cursos Profissionais Arte
  • Cursos Superiores de Cinema
Excelente aprendizagem para alunos de escolas profissionais de Arte e Cinema e cursos superiores de Cinema.
"Essencialmente, ser criativo implica um trabalho continuado de absorção do mundo que nos rodeia, em paralelo com uma constante motivação para fazer, transformar e modificar esse mesmo mundo."

Nelson Zagalo, Prof. Universidade do Minho 

G-Souto

19.12.2013

Copyright © 2013G-Souto'sBlog, gsouto-digitalteacher.blogspot.com®

Licença Creative Commons
Educação e Cinema "O Dia Mais Curto" by G-Souto is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.

4 comments:

Nelson Zagalo said...

Obrigado pela menção. Só recentemente descobri o blog e gostei do que tenho encontrado por cá, muito próximo do que tento fazer no meu.

um abraço e parabéns

Gina Souto said...

Boa noite, Nelson. Agradeço o seu comentário, bem como as palavras de incentivo para este blogue.

Já sigo o seu blogue há algum tempo. Estou atenta aos posts, e sobretudo à divulgação de jogos ou curtas metragens que eu possa. depois de analisados, adaptar aos objectivos que tenho para este espaço.

Talvez tenhamos estilos semelhantes, sim. No entanto, o seu blogue é específico para um tipo de público especializado.
O meu está mais ligado ao Ensino Secundário e Vocacional. Tento incentivar os educadores a introduzir com maior frequência ferramentas digitais nos currículos. Comecei a praticar em 2001 e tive excelentes resultados.

Foi com todo o gosto que introduzi uma frase sua no contexto deste post. Adaptava-se perfeitamente ao que queria transmitir.

Mais uma vez, muito obrigada pelas suas palavras.
Um abraço,

Nelson Zagalo said...

Eu escrevo mais a pensar nos alunos do superior e colegas, embora muitas vezes o faça com um carácter generalista, e por vezes o faça até apenas para desenvolver ideias pessoais.
É provável que seja o facto de trabalhar o seu blog pensando também no ensino vocacional que nos aproxima, já que acredito nisso como a essência da escola. Uma escola capaz de dar resposta aos anseios pessoais de aprendizagem de cada um.

um abraço

Gina Souto said...

Peço desculpa do atraso em responder a este seu comentário, que agradeço. Estes dois dias foram um pouco complicados e só agora estou a responder.
Eu sei que é esse o seu principal objectivo quando escreve, os alunos e colegas Ensino Superior. Tal como já referi, estou atenta às suas publicações. Também já compreendi que, de quando em vez, desenvolve ideias pessoais com maior liberdade, se assim posso expressar-me.
Sim, no meu caso, isto é neste blogue, tenho muito mais em mente as minhas ideias para o Ensino Secundário e Vocacional, embora, por vezes, não ponha de lado o pré-secundário (último ano).
Considero, acima de tudo, que não há 'patamares' estanques e que seria muito positiva uma maior sincronia entre os vários níveis de Ensino.
O ensino Vocacional prende-me bastante, talvez nisso nos aproximemos, verdade! Um professor, perante uma turma de 30 e muitos alunos, deve 'sentir' os anseios e capacidades individuais, e ser capaz de trabalhar com cada aluno, dentro da mesma sala, sem descurar o todo. Poderia ser utopia, mas não é. É possível fazê-lo. Aí reside a diferença entre 'ser professor' e 'dar aulas'. E os alunos pressentem bem essa enorme diferença.
Muito obrigada, mais uma vez. Abraço