Wednesday, February 20, 2008

Violência na Escola







Imagem: Second Life
http://www.google.pt

Projecto Curricular de Turma - um exemplo de boas práticas
Opération Ruban Vert

"A relação pedagógica pressupõe a partilha na busca de uma sabedoria capaz de ajudar o adolescente a desenvolver-se pessoal e socialmente.
Digo aos meus jovens alunos que nada lhes ensino, apenas oriento a sua formação e informação. Tudo o que faço é motivá-los para uma aprendizagem de afectos."


G-Souto

Na perspectiva de facilitadora do acesso ao conhecimento, busco incansável, partilhar novos desafios com os meus alunos e vejo-os fervilhar a cada nova investida. 
Gosto de os despertar e depois deixo correr a criatividade. Me encantam sempre!
A violência nas escolas começava a fazer-se sentir. Nada como trabalhar o tema, inserindo-o nos currículos. Foi o que fiz! 

Ao surfar na Internet em busca de novos desafios, entrei no sítio web das edições Bayard. Um projecto estava aberto às escolas francesas. 

Por que razão não partilhar tal iniciativa?! Escrevi para a editora, perguntando se seria permitida a participação de uma escola portuguesa. A resposta chegou pela positiva! 

Comecei por abordar a actividade na aula de Francês LE, em Laboratório de Informática, com a indicação do sítio web www.okapi.bayardpresse.fr. Orientei o trabalho de pesquisa. 

Induzi os alunos a enviar um e-mail do grupo/turma a pedir autorização para adaptar o projecto Ruban Vert em Portugal. Transmito-lhes sempre o tratamento ético da informação aberta.

Na aula de Formação Cívica distribui uma ficha [montagem imagem/texto com apresentação bilingue da actividade].

Pedi aos alunos a recolha de informação directa - Charte Ruban Vert.

Apresentei o projecto ao meu Grupo de Estágio como componente da prática lectiva das diferentes turmas.

No Conselho de Direcção de Turma, propus a actividade para constar no Projecto Curricular da Turma e convidei os Professores a participar em transdisciplinaridade.

Nas duas turmas em que leccionava Francês, introduzi-a também nos respectivos Projectos Curriculares. 

Na página Français LE, criada com meus alunos no sítio web da escola, comunicámos aos penfriends dos vários países europeus com quem desenvolvíamos projectos de “Échanges Scolaires” .

Foi com grande alvoroço que recebemos a permissão da Okapi, bem como o kit Ruban Vert

Distribuíram-se tarefas por grupos. Apresentámos o pedido bilingue - Francês/ Português - ao Presidente do CE, solicitando permissão para desenvolver o projecto fora da sala de aula, com cedência de espaços para a apresentação do produto final.

Os diferentes grupos de trabalho elaboraram um esquisso e maquetas das actividades a desenvolver e exprimiram em língua francesa os objectivos a que se propunham: 

- Alertar contra qualquer tipo de violência nas escolas, respeitar a diferença e desenvolver o sentido de camaradagem.

A intervenção na comunidade escolar seria distribuída pelas seguintes actividades:


  • Recital de música [flauta]/textos [Francês LE]
  • Exposição de trabalhos
  • Distribuição de Ruban Vert, pins, desdobráveis e surpresas
  • Estampagem/Pintura da t-shirts "Ruban Vert"
Com o professor de Educação Musical e, numa estreita sintonia dos objectivos pretendidos, escolhemos as músicas de acordo com o tema:



Oui à l'amitié | Non  à la Violence

Surgiram-nos Miss Sarajevo e One , dos U2, e como complemento a mensagem What a Wonderful World , de Louis Armstrong.

Nas aulas de Francês e Formação Cívica, encetámos, em Laboratório de Informática, a pesquisa na Internet de pequenos textos em língua francesa. 

Optámos por textos da sabedoria ameríndia, versos de Camus, poesia contemporânea africana, escritos de Dhalai Lama e tradução livre do refrão do tema de Armstrong.

Empreendemos um trabalho intensivo de adaptação dos textos aos temas musicais, dicção, e estudo fonológico. Seleccionámos os melhores alunos em termos de expressão.

Os alunos elaboraram nas aulas de Francês LE (7.º ano/nível I de aprendizagem) e de Formação Cívica, textos curtos e apelativos para escrever em cartazes, desdobráveis, slogans, tiras de Banda Desenhada e escrita livre: textos poéticos.

Em trabalho de equipa, com as Estagiárias, elaborámos materiais de apoio e um pequeno guide pour un enfant citoyen (edições Bayard, adaptação livre).

Dadas as ideias diversificadas surgidas nos diferentes grupos, o trabalho, a transdisciplinaridade alargou-se a outras áreas curriculares disciplinares e não disciplinares:
  • Matemática (estatísticas para inquérito);
  • Ed. Tecnológica (estampagem/pintura do logótipo na t-shirt Ruban Vert); 
  • Ed. Visual/Área de Projecto (maqueta, mascotes, cartazes, mobiles, pins, lacinhos ruban vert);
  • Estudo Acompanhado (conclusão de trabalhos).
Como coordenadora, directora de turma, professora de Francês LE e Formação Cívica, reuni com os professores intervenientes: Educação Musical, Educação Visual/Área de Projecto, Educação Tecnológica, Grupo de Estágio, e mais tarde, com os alunos/porta-vozes das três turmas, e encetámos a planificação:
  • Levantamento de todo o material produzido;
  • Estudo dos espaços para recital e exposição de trabalhos;
  • Exercícios de correcção fonológica, dicção e colocação de voz;
  • Ensaios flauta/textos;
  • Marcação da data para intervenção na comunidade escolar;
  • Distribuição de tarefas pelos alunos implicados no Projecto; 
  • Reportagem em fotografia e vídeo a registar por dois alunos destacados.
As actividades desenrolaram-se sempre em trabalho de grupo e prolongaram-se pelos 2.º e 3.º períodos, até meados de Maio.

Os alunos e os Professores de Ed. Musical e Francês LE disponibilizaram muitas horas extra-curriculares para os ensaios de flauta e textos.

A Exposição dos materiais elaborados pelos alunos foi montada no Centro de Recursos e num dos painéis que lhe dá acesso.

Chegou o dia 29 de Maio! A azáfama e a excitação eram enormes! Alunos e Professores esmeravam-se nos últimos pormenores. 

A apresentação da Audição/Recital (flauta e textos) na Biblioteca/Centro de Recursos estava marcada: 11 horas para o turno da manhã; e 15 horas para o turno da tarde. Ao mesmo tempo, seria aberta à escola e aos pais a Exposição dos trabalhos. Foi feita a distribuição de laços ruban vert, desdobráveis, pins, autocolantes e surpresas.

A afinação das flautas, o ‘toque final’ na pronúncia dos textos, os alunos repórteres em acção, tudo trabalhado até ao último minuto!

O apoio dos responsáveis pelo Centro de Recursos, naquele ano, foi essencial.

Convidados, elementos do C.E. Pais e Encarregados de Educação dos alunos envolvidos, bem como toda a comunidade escolar, chegaram!

O espaço foi pequeno demais para acolher todos os que compareceram… e foram muitos!

A Opération Ruban Vert foi um sucesso! Os alunos portaram-se muito bem e dinamizaram de uma forma espantosamente empenhada e criativa a escola.

Também os alunos responsáveis pela reportagem de fotografia e vídeo foram incansáveis na cobertura de todas as actividades.

Em finais de Junho, ajudada por um grupo de alunos, reuni em portfólio a documentação a enviar às edições Okapi/ Bayard, conforme o solicitado.



Estudar também é repartir
Também é saber dar
O que a gente soube dividir
Para multiplicar.(...)

José Carlos Ary dos Santos



This is a cross-curricula project (Languages, Arts, Music) against bulliyng at school. The students created wonderful activities.


G-Souto
Professora Titular| Formadora de Formadores *

27.07.2005

Copyright © 2005G-Souto'sBlog, gsouto-digitalteacher.blogspot.com®

Notas:

*A convite da Porto Editora, este artigo foi publicado mo sítio "Educare.pt" e esteve online durante dois anos.


Encontra-se publicado no sítio web corporativo para Professores de Francês  LE Édu.FLE.net

Todo o Projecto, bem como as Actividades desenvolvidas fizeram parte do sítio web da Escola, nas páginas de Français LE, criadas pelos os meus alunos. Aí permaneceram até Junho de 2007. 


Sem que soubesse por que razão essas páginas foram retiradas e apagadas da memória virtual da escola onde sou Professora e Formadora de Formadores há mais de oito anos. 

Posso supor que a nova Lei de Avaliação de Professores foi a razão! 

20.02.2008



"Je crois véritablement que les individus peuvent faire la différence dans la societé"


Dalaï Lama (1992)

Copyright © 2008G-Souto'sBlog, gsouto-digitalteacher.blogspot.com®

Licença Creative Commons
Violência na Escola by G-Souto is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.


No comments: